quarta-feira, 29 de junho de 2011

Propaganda de caráter duvidoso



Quero trazer uma reflexão sobre algo que tenho visto com frequência nas redes sociais: um tipo de propaganda que, ao meu entender, é desonesta e de caráter duvidoso.

Recentemente, o Submarino Viagens lançou a campanha "Desafio: Plante em 1 click". Durante 8 dias (de 23 a 30 de junho), a cada 1000 acessos registrados no site, uma árvore seria plantada.

A campanha foi registrada no Twitter da Fundação SOS Mata Atlântica:

A Fundação e o Submarino Viagens lançaram o desafio #planteem1click! A cada mil cliques 1 árvore será plantada! Acessem [link retirado]

Posteriormente, foi a vez do site Melhores Destinos "ajudarem" na divulgação via Twitter:

A cada 1000 acessos nesse link: [link retirado] uma árvore será plantada. Eu já fiz a minha parte e vc?

Hum, faltando um dia para o fim do prazo, eles que queriam alcançar 8 milhões de acessos conseguiram apenas ultrapassar 500 mil (cerca de 7% do esperado).

Pergunto: se o Submarino quisesse, precisaria esperar clicks para doar árvores?

Pergunto: as pessoas que ajudaram a divulgar essa propaganda, procurarão depois conferir onde as árvores foram plantadas? Será que o Submarino vai prestar contas?

Curiosidades:

1) Procurados pela produção do Blog Tabuh (ou seja, por mim), o site Melhores Destinos mandou a seguinte mensagem direta (visível apenas entre o site e eu):

Isso, você tem que ver com os organizadores, nós apenas achamos que seria útil divulgar.

Eu teria respondido: ÚTIL DIVULGAR? Quanto vocês receberam para fazer essa divulgação? Querem ajudar alguma causa? Eu luto pela inclusão das pessoas com deficiência, e aí, vão dar RT se eu pedir? Duvido.

2) Conforme me lembrou Paiva Fábio, e de acordo com o site ADVIVO, Luciano Huck já protagonizou uma cena parecida. Ele é sócio do site de compras coletivas Peixe Urbano.

Veja o que escreveu Luis Nassif sobre o fato:

"Primeiro, é necessário ir ao site do negócio de Luciano. Depois, é preciso se cadastrar no site. E então comprar um ou mais cupons de R$10,00. Ganha Luciano porque divulga o seu negócio(...), cadastra milhares de novos usuários em todo o Brasil, familiariza esses usuários com os procedimentos do site, incentiva o retorno e aumenta absurdamente o número de cupons vendidos – alavancando o Peixe Urbano comercial, financeira e mercadologicamente. Além do ganho de imagem por estar fazendo um "serviço público" (li vários elogios nos RTs). Sabe-se lá como será contabilizado ou fiscalizado o total recebido como doação e repassado para as duas organizações parceiras. O usuário não tem nem terá acesso a esses dados internos. Supondo que todo o montante arrecadado chegue às vítimas, se for mesmo o que estou entendendo, trata-se da mais sórdida exploração da desgraça alheia que já presenciei em toda a minha vida." [Leia mais]

E se antes a desgraça alheia foi explorada por uma jogada de marketing, agora quem é explorada é a própria Floresta Atlântica. Siga a mesma lógica acima. Ganha o site Melhores Destinos. Ganha o site Submarino Viagens. E o povo, reencaminhando e pensando que está salvando a floresta atlântica. Sei.

Nada disso sai de graça. O Melhores Destinos tem 250 mil seguidores no Twitter; o Submarino Viagens, 51 mil; o SOS Mata Atlântica, 16 mil.

Uma árvore sai por R$ 12 para a Fundação SOS Mata Atlântica. Não tenha dúvida que seu click rende muito mais que árvores: você está fazendo publicidade gratuíta de sites de compras, sem receber nada em troca.

É, querida leitora, querido leitor, precisamos prestar mais atenção e não acreditar em tudo que vemos. Não acreditem em tudo. Não acreditem nem em mim. Tirem suas conclusões. Segue abaixo a "prova do crime": quantas pessoas estão caindo nessa brincadeira.




Um comentário:

Talita disse...

Deixo aqui minha intenção de 'curtir' seu post.

Só enquanto estava lendo, vi uns 60 tweets sobre isso. #medo